Não sei exatamente quanto tempo vai durar desta vez, e tampouco a finalidade específica deste espaço agora (ou talvez eu já saiba e não queira admitir a mim mesmo, como na outra ocasião). O fato é que esta hipótese — o blog — faz com que eu me sinta como alguém que existe realmente. Paradoxo que ainda me causa estranheza. Enfim, aqui estou eu novamente.

O curioso nome deste blog? Pois é. Pensei em vários outros de que gostei muito, mas TODOS já tinham sido pensados (e usados) por alguém — o que fez com que eu me achasse sem imaginação alguma. Hebdomadário, esta palavra “arcaica”, me agrada por ser praticamente desconhecida da grande maioria, e também porque pretendo postar algo apenas uma vez por semana — será que eu consigo isso tudo? O tempo dirá.

Anúncios